PRINT THIS PAGE

Principais Estatísticas/Fatos



Depois de um crescimento significativo através da região pelo terceiro ano consecutivo, o PGA TOUR Latinoamérica alçou novos vôos em 2014. Os números a seguir nos ajudam a ilustrar os melhores momentos da temporada:

1 O líder da Ordem de Mérito, Julián Etulain. O argentino de 26 anos assumiu o primeiro lugar depois de ganhar o Lexus Perú Open no dia 4 de Novembro e se tornou o jogador mais jovem a terminar uma temporada como número 1 do Tour. Etulain ganhou o Prêmio Roberto De Vicenzo e tem um cartão completo para a temporada 2015 do Web.com Tour.

2 - Julián Etulain e Tyler McCumber foram os únicos ganhadores de dois torneios nesta temporada. Etulain ganhou o Lexus Panama Classic e o Lexus Perú Open, enquanto McCumber venceu o Ecuador Open e o Mazatlán Open.

2 - O número de hole in ones em pares 4. O primeiro foi de César Monasterio no buraco 10 (392 jardas) do La Reunión Resort na Guatemala durante a última volta do Stella Artois Open. O outro foi do amador Franco Martinangeli no buraco 1 (322 jardas) do Club de Golf del Uruguay durante a segunda volta do Roberto De Vicenzo Invitational Copa NEC. Ambos bateram drive do tee.

3 - O número de eagles que Rafael Becker fez nos últimos nove buracos da última volta para vencer o Aberto do Brasil em Novembro. O paulista de 23 anos se tornou o primeiro brasileiro a vencer o Tour.

4 - Eventos que foram definidos no playoff. O TransAmerican Power Products CRV Open em Guadalajara, México, em Março; o Roberto De Vicenzo Invitational Copa NEC em Montevidéu, Uruguai, em Abril; o Dominican Republic Open em La Romana, República Dominicana, em Maio; o Mazatlán Open em Mazatlán, México, em Outubro.

4,60 - A média de tacadas que fez o buraco 14 do Martindale CC o buraco mais difícil da temporada. O par quatro de 491 jardas foi jogado +0,60 no último evento da temporada, o VISA Open de Argentina.

5 - “Los Cinco” que terminaram a temporada no Top 5 da Ordem de Mérito para ganharem um cartão para a temporada 2015 do Web.com Tour. Os jogadores que ocuparam essas posições, respectivamente, foram Julián Etulain, Marcelo Rozo, Tyler McCumber, Brad Hopfinger e Jorge Fernández Valdés.

5 - Os países que tiveram campeões nesta temporada. Estados Unidos foi o que teve mais vencedores, com 7 títulos, seguido por Argentina com 6, Colômbia com 3 e México e Brasil com 1 cada.

6 - Os albatrozes que foram feitos num período de cinco semanas entre Março e Abril. O Tour não havia registrado nenhum durante as duas primeiras temporadas. Armando Zarlenga fez o primeiro no Las Lomas Club de Golf durante a segunda volta do TransAmerican Power Products CRV Open em Março. Fez 2 no buraco 4, um par cinco de 543 jardas.

7 - A melhor sequência de birdies consecutivos conseguida por Fermín Noste, que igualou um recorde do Tour durante a segunda volta do Abierto OSDE del Centro em Abril.

8 - O número de Top 10 no Tour, liderado por Marcelo Rozo.

9 - O número de jogadores que venceram com 25 anos ou menos: Marcelo Rozo, Daniel Mazziotta, William Kropp, Julián Etulain, Tyler McCumber (duas vezes), Rafael Becker, Jorge Fernández Valdés e Emiliano Grillo.

10 - O número de membros que ganharam seu primeiro título do Tour.

11- Os países que sediaram os eventos desta temporada: Argentina, Brasil, Chila, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Panamá, Peru e Uruguai. O Tour chegou a sete países em 2012 e a nove em 2013.

13 - Hole in ones. O Arturo Calle Colombian Classic foi o evento com mais hole in ones com um total de três. Outros três eventos registraram esse feito.

14 - O número de cortes consecutivos superados por Mauricio Azcué. O único corte que não passou foi no primeiro torneio da temporada, o Arturo Calle Colombian Open, em Fevereiro. O segundo melhor neste quesito foi Brian Bigley, que passou nove cortes seguidos.

15 - O número de eagles feitos por Mauricio Azcué.

16 - O número de jogadores que disputaram todos os 17 eventos oficiais do calendário: Julián Etulain, Marcelo Rozo, Tyler McCumber, Rick Cochran, Oscar Álvarez, Emilio Domínguez, Sebastián Saavedra, Christian Espinoza, Maxi Godoy, Augusto Núñez, Juan Pablo Luna, Marco Ruiz, David Borda, Santiago Russi, Alan Wagner, Franco Romero e Luciano Giometti.

22 - A idade dos dois jogadores mais novos que venceram nesta temporada. Emiliano Grillo no 109º VISA Open de Argentina em Dezembro e Jorge Fernández Valdés no Hyunday - BBVA 88º Abierto de Chile em Novembro.

24 - O número de tacadas abaixo do par com que Fabián Gómez venceu o Personal Classic em Novembro, batendo um novo recorde do Tour. O antigo era de 22 abaixo do par, feito por Tommy Cocha no Mundo Maya Open de 2012.

26 - A média de idade dos campeões do Tour. A juventude foi definitivamente um tema neste ano, já que 14 dos 17 campeões deste ano estavam tinham entre 20 e 30 anos. De fato, nove deles tinham 25 anos ou menos, o que explica a média de idade dos campeões cair de 31,4 anos em 2013 para 26 anos em 2014.

31 - O maior número de voltas abaixo de 70, feito por Marcelo Rozo.

43 - O maior número de voltas abaixo do par, feito por Tyler McCumber.

60 - A volta mais baixa da história do Tour, feita por Manuel Merizalde no primeiro torneio da temporada, o Arturo Calle Colombian Open em Fevereiro.

67,13 - A menor média de tacadas na última volta, feito por Jorge Fernández Valdés.

69,19 - A melhor média de tacadas por volta, feito por Jorge Fernández Valdés.

70,02 - A melhor média de tacadas entre os 34 jogadores que participaram de pelo menos 15 eventos, feito por Marcelo Rozo, que também conseguiu a segunda melhor média de tacadas no geral.

73,94 - A média de resultado que tornou o Cordoba Golf Club, sede do Abierto OSDE del Centro em Abril, no campo mais difícil do ano. O par 71 jogou +2,94.

270 - O maior número de birdies, feito por Marcelo Rozo.